quarta-feira, 6 de março de 2013

Fugas I


perscrutar vocalizes. luz, na luz: instrumentos de exílio. se uma senha carbonizaria, qual? que pele? depois que ouvíssemos o anjo da desaparição.

bocas que não se levantam porque é da natureza.

bocas que são as águas
que elas mesmas não sabem dizer.

águas em estado de puberdade, o que seria voz, víbora hidráulica — seus cabelos singram harakiris. considerar que os pés repousam sobre a falta de sentido para: "pés".

afugentar-se.

grutas, terminações de um peixe que escapa ao teu cuidado.
o poema não está aqui.


Mar Becker